Diante de um pecador

Ninguém pode se vangloriar de estar caminhando na retidão, porque o coração humano tem mistérios que não conhecemos. Todos somos necessitados da graça de Deus. Despojemo-nos de todo sentimento de vanglória, julgamento ou acusação diante de qualquer pessoa que peca ou se afasta de Deus, porque as coisas não são tão simples como nós imaginamos, principalmente naquilo que se refere à pessoa humana.
Frei José Martins Teixeira Junior, OFMCap.

Postagens mais visitadas deste blog

Adriano Lima dos Santos

Corpus Christi e Renovação do MESCE