Papa inaugura conta no Twitter com mais de um milhão de seguidores


Cidade do Vaticano, 11 dez 2012 (Ecclesia) – Bento XVI inaugurou hoje a sua conta na rede social Twitter com uma mensagem de agradecimento, no dia em que ultrapassou a marca de um milhão de seguidores em oito línguas, incluindo o português.

“Queridos amigos, é com alegria que entro em contacto convosco via twitter. Obrigado pela resposta generosa. De coração vos abençoo a todos”, escreveu Bento XVI, no texto publicado em @pontifex.

O ‘tweet’ foi enviado pelo próprio, com o auxílio do cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado, na sala Paulo VI do Vaticano, após o final da audiência geral e perante os aplausos das milhares de pessoas presentes.

As mensagens vão incluir respostas a perguntas sobre a fé que foram colocadas, ao longo dos últimos dez dias, através do marcador (conhecido por ‘hashtag’) ‘#askpontifex’.

Os pequenos textos são publicados com autorização de Bento XVI em inglês, espanhol, italiano, português, alemão, polaco, árabe e francês.


A conta do Papa na rede social tem cerca de 25 mil seguidores em língua portuguesa, um número que tem vindo a aumentar desde a publicação da primeira mensagem, cerca das 11h30 de Roma (menos uma em Lisboa).
O Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, do Vaticano, referiu que a primeira mensagem foi replicada (re-tweets) por mais de 2 mil pessoas em menos de dois minutos.

Numa primeira fase, os ‘tweets’ são lançados às quartas-feiras, dia da audiência pública semanal, mas com o passar do tempo serão “mais frequentes”, segundo anunciou o Vaticano.

O twitter é a ferramenta de micro-blogging mais difundida no mundo das comunicações virtuais, com mais de 500 milhões de utilizadores, permitindo a distribuição de pequenos textos contendo no máximo 140 carateres, como explicou o especialista Fernando Cassola Marques na mais recente edição do Semanário Agência ECCLESIA.

A página do Papa no Twitter é descrita pela Santa Sé como “a ponta do icebergue” da ação da Igreja Católica no mundo dos “novos media”.

Segundo a nota oficial, esta presença é uma “expressão concreta da convicção de que a Igreja deve estar presente na arena digital”.

“Pensamentos profundos podem ser comunicados em frases concisas, muitas vezes não mais do que um versículo da Bíblia, desde que os que tomam parte na conversa não negligenciem o cultivo da sua vida interior”, acrescenta o Vaticano.

A denominação Twitter deriva da palavra inglesa com a mesma grafia, que em português pode ser traduzida por “gorjear” ou “piar”, razão pela qual o logótipo daquela rede social representa um pássaro.

OC

FONTE:

Postagens mais visitadas deste blog

Adriano Lima dos Santos

Corpus Christi e Renovação do MESCE